A última música – Nicholas Sparks – Livro e Filme

Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virar de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciam e seu pai decide ir morar na praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor os filhos passarem as férias de verão com ele na Carolina do Norte.

O pai de Ronnie, ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação dele e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, começa a se apaixonar profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.

Uma história inesquecível de amor, carinho e compreensão – o primeiro amor, o amadurecimento, a relação entre pais e filhos, o recomeço e o perdão – A ÚLTIMA MÚSICA demonstra, como só Nicholas Sparks consegue, as várias maneiras que o amor é capaz de partir e curar seu coração.

**********************

Nem sei por onde começar a escrever depois de tanta emoção. Eu já tinha uma queda pelo Nicholas, mas nesse livro ele me ganhou, virei fã mesmo, o considero um dos meus autores favoritos. O homem para mexer com o coração da gente.

Vou começar falando do livro. Ronnie é uma adolescente rebelde, que atrai todo tipo de confusão, vive em pé-de-guerra com a mãe e não fala com o seu pai a três anos, ignorando as suas cartas e ligações. Sua mãe decide que ela e o irmão vão passar as férias de verão com o pai, e Ronnie odeia a idéia.

Mas nesse verão acontecem diversas coisas que fazem Ronnie crescer e amadurecer. A relação com o seu pai muda. E ainda aparece o Will para fazer o seu coração bater mais forte.

Ok, tudo isso está escrito na sinopse do livro, mas não dá para dizer mais nada sem dar spoiler. O que eu posso dizer é que me identifiquei com a Ronnie desde o início, apesar de nossas atitudes serem diferentes mediante aos problemas, os nossos problemas eram iguais. Pais separados, um irmão mais novo, responsabilidades quanto ao futuro, não aceitar a separação dos pais, culpar o pai por todos os problemas do mundo, isso tudo foi exatamente igual na minha vida. Eu só nunca me envolvi com gente errada, e nunca fui parar na delegacia (quer dizer uma vez eu fui, quando voltava de um show do Red Hot Chili Peppers, mas isso é outra história que conto em outra oportunidade, hahahahahaa).

Assim como eu, a Ronnie tem um coração que não cabe dentro do peito, que perde sua noite de sono para salvar ovos de tartarugas marinhas que seriam comidos por outro animal. Mesmo que brigue com seu irmão, cuida dele e o ama demais. E a relação dos dois, Ronnie e Jonah, é um episódio a parte. Lindo o amor desses dois irmãos.

O Nicholas conseguiu reunir esses “amores” de uma forma maravilhosa. Amor de pai e filha, pai e filho, irmã e irmão, homem e mulher. Tudo isso junto conseguiu mexer com meu coração de manteiga derretida. E o título não poderia ser melhor, a música que une e separa essa relação delicada de pai e filha. E não poderia terminar de uma forma que não fosse como música, spoiler – mesmo que a última – fim do spoiler.

Livro nota 10 na minha opinião. E esse livro é o primeiro livro do Nicholas que eu leio, que tem um “happy end”, mesmo que seja somente parcial.

Agora falando sobre o filme, é lindo também. A essência da história não foi alterada. Mas por ser adaptação alguma coisa aqui ou ali eles sempre mudam.

Eu não gostei de ter sido excluído o pastor Haris, amigo do Steve, pai da Ronnie. No filme, Steve está sempre sozinho, ao contrário do livro que ele tem esse pastor que é um grande amigo. Também excluíram o fato Steve sempre ler a bíblia e a fé dele. No filme, ele está reconstruindo o vitral da igreja, por se sentir culpado pelo incêndio da igreja. Todos na cidade acham que foi ele que incendiou a igreja. No livro a história do incêndio é bem diferente.

Outros personagens poucos explorados foram a Blaze, que aparece só no início do filme – spoiler a parte em que a Blaze fica queimada não aparece – fim do spoiler, e o Marcus – spoiler no filme não rola aquela perseguição em torno da Ronnie – fim do spoiler.

Pontos positivos, a Miley soube interpretar bem a Ronnie, no início bem nojentinha e chata com raiva do mundo e depois uma garota doce, mesmo sem perder a sua personalidade forte. O Liam Hemsworth também interpretou bem o Will.

E tanto no filme quanto no livro o destaque, para mim, é o Jonah (Bobby Coleman), irmão de Ronnie. Que garotinho especial, ele que me fez chorar, quer dizer me acabar em lágrimas, tanto no livro quanto no filme.

Nota 8 para o filme.

 
Anúncios

19 Comentários

Arquivado em Filmes, Livros

19 Respostas para “A última música – Nicholas Sparks – Livro e Filme

  1. Ai… me deu vontade de ver esse filme agoora!!!

    • simplesmentemonalisa

      Assisti sim, eu aconselharia a ler o livro primeiro, mas tu é preguiçosa, hahahahahahahah
      Beijos, te amo!

      • isa

        verdadii li primeiro o livro de posi assisti o filme e na minha opinião o livro dez muito bom mesmoo!!
        Bjoss

  2. O livro é o máximo, mesmo, nem comento! 😉

    E o filme… bem, eu gostei, também. Mas o livro foi melhor! Concordo com td o que vc disse, tbm não gostei de o partor e a fé do pai da Ronnie terem ficado de fora. E no filme mal deu pra ter medinho do Marcus, hehe..

    E claro, o Jonah. Ele é um AMOR! O atorzinho que o interpretou, nossa, deu um SHOW! 🙂 ^^

    Bjoos!

    PS: Que história é essa?! ~> (quer dizer uma vez eu fui, quando voltava de um show do Red Hot Chili Peppers, mas isso é outra história que conto em outra oportunidade, hahahahahaa).
    Me matou de curiosidade, hahaha!

    • simplesmentemonalisa

      É verdade nem deu pra ter medo do Marcus, fora que achei o início meio corrido, não deu para degustar como no livro.
      Sobre a história vou deixar vcs curiosas, hahahahhahahaa. Não é nada demais, mas faz parte das minhas histórias loucas.
      Beijuuuuuuus

  3. Manu

    AAAAAAAIIIIIIINNNNNN…..to doida pra ler esse livro, ja encomendei, minha tia vai comprar pra mim..r.srsrs….ai depois eu assisto ao filme….

    Ei, ja ouvi mtas das suas histórias, mas essa da delegacia não, que história é essa hein?! Curioooosssaaa de mais…

    Bjos flor e uma ótima tarde….

  4. Oh, como ela é malvadinha: vai deixar a gente curiosa mesmo! hehehe

    Mona, ta tao perfeita a sua resenha. Viu? Aprendeu. hehehe

    Vendo alguns trechos, achei mesmo a Miley legal na interpretaçao, tipo, gosto dela como atriz, e ela mostra que tem mesmo uma personalidade forte tb (nao só na personagem), na vidinha pessoal dela… (hã?? eu sei alguma coisa, né?)

    E fala sério, minha irma nao quer nem ver minha cara mais, de tanto qe ja enchi o saco dela pra ela me dar esse livro. Ela acha que eu a vejo com cara de livraria! hahaha

    PS: Aaaai que legal, seu marido toca sax. Qual ele toca? Sax alto? Eu toco sax soprano.
    Vlw pelo comts.

    bjks

    • simplesmentemonalisa

      Sou malvadinha não, hahahahahaha. Nem acreditava que esse comentário fosse causar esse alvoroço todo. Não foi nada assim tão importante e se eu contar vocês vão achar tão bobo, pela importância que estão dando ao fato, ahhahahahaha. O comentário era só para fazer graça 😉
      Eu não sei nada da vida da Miley, ela apronta por aí é?
      Vou mandar um presentinho no seu e-mail, olha lá!
      O Cris se formou no sax alto, mas ele toca todos os instrumentos de sopro, e toca também teclado, bateria, violão, guitarra, piano, baixo e por aí vai, é quase uma orquestra ou banda inteira, hahahhahahaha
      Bjokas

  5. Manu

    recomeçando do coment anterior…rsrs…

    Nossa, não sabia que seu Marido era musico….

    que chike….

    mas ainda quero saber a história da delegacia flor…rsrsrs…..curiosa.com…

    bjos e bom dia

    • simplesmentemonalisa

      Cris é músico sim e um excelente músico! 😉
      Pronto já contei, não precisa mais ficar curiosa!
      Beijooooooos

  6. Ainda não vi o filme, mas o livro é lindo demais!!!

    Bjim

  7. eu adorei esse filme por que fala sobre o amor etc…

  8. Clarice Machado.

    já li o livro e assisti o filme,
    mais como você disse o livro é ,melhor que o filme tem mais detalhes.
    😀

  9. Eu amei esse livre essa história é increvelvente linda eu queria ser a Miley cyrus só pra ficar com aquele gato

  10. Thais Caram

    Eu assisti o filme e depois li, e nao posso deixar de falar o quanto fiquei decepcionada com o filme. Simplesmente (ao meu ponto de vista) parece ser uma produçao independete do livro. Eles sao muuuuuuuuito diferentes!

  11. leandro

    muito legal

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s