Livro de Joel

Sempre que aparecem na TV casos bárbaros, como aconteceu agora com a ex-namorada do goleiro Bruno eu me entristeço. Eu sou assim, não consigo aceitar e achar que isso é normal. Tem esses casos que se tornam públicos, como o dos Nardonis, ou da Suzana Richthofen, ou do João Hélio, da Daniela Peres e muitos outros que aparecem todos os dias nos noticiários. São filhos que planejam matam seus pais, são pais que matam seus filhos, são maridos que matam esposas, ou esposas que matam maridos e por aí vai. A vida não tem valor!

Sobre o caso de Eliza Samudio já ouvimos várias pérolas. Se entrar na tag Goleiro Bruno tem várias piadinhas sobre o caso. E a tag não sai dos TT´s mundiais, mas não pela morte de Eliza, mas sim pelas piadas envolvendo o nome do Bruno. Gente, isso tudo é muito triste. Uma pessoa morreu. E poderia ter sido eu ou você. Não adianta falar que é só uma brincadeira, pois uma vida foi tirada.

E você pode pensar: “Ah, mas a Eliza procurou o Bruno já tinha a ameaçado, ela já tinha feito uma denúncia contra ele”. Ela era uma vagabunda, prostituta, ou seja, lá o que falam dela. Não interessa o pecado que ela cometia. Deus ama o pecador! Ele condena o pecado, mas AMA o pecador. Isso é incontestável.

Ao abrir minha bíblia hoje pela manhã, Deus me levou a Joel, é um livro curtinho de apenas três capítulos. E na abertura do livro minha bíblia diz assim:

Joel

Você já sentiu sua via arruinada, como se gafanhotos houvessem comido todas as folhas verdes – e o que sobrou está seco, instável e terrivelmente frágil? Ou talvez você tenha assistido algum documentário na TV, mostrando mulheres pobres amontoadas à porta de casas abaladas por terremotos ou caminhando por alguma estrada empoeirada da África, com crianças agarradas às suas roupas maltrapilhas. Então, você orou: “Deus tenha misericórdia.” Aí se angustiou só de pensar: “E se fosse eu?”

O profeta descreve uma praga de gafanhotos não se apresentam amistosos, como aqueles que vivem nos jardins. Eles eram milhões, capazes de escurecer o céu por quilômetros, desfolhando árvores em quinze minutos. Joel inicia seu pequeno livro com um relato sobre a devastação de seu país. Diante de tal cenário, ele fala ao povo sobre o Senhor – sobre o plano divino para o futuro de Israel.

Os “gafanhotos” podem fazer com que você se sinta como se não tivesse futuro – ou não quisesse o futuro que a espera. Joel usa o exemplo dos gafanhotos para mostrar como será o “dia do Senhor” que está por vir (2.1). Mas, através de Joel, Deus diz que “não é tarde demais”. As pessoas ainda podem retornar a Ele de todo o coração (2.12).

Como se tivesse certeza de que o povo retornaria, Joel contempla as maravilhosas bênçãos vindouras. O Senhor promete as chuvas de outono e as de primavera, colheitas abundantes e jarras repletas de vinho e azeite (2.23,24).

Então, Joel olha bem à frente, para o futuro (nosso tempo) quando o Espírito de Deus é derramado sobre todo o seu povo: filhos, filhas, velhos, jovens, homens, mulheres. Que privilégio maravilhoso é estar entre aqueles que receberam o cumprimento daquela promessa!

Joel teve uma visão do que aconteceria mais adiante. Ele fala de um tempo quando “o sol se converterá em trevas, e a lua em sangue”, e de um “grande e terrível dia” (2.31). Ele fala de guerra, quando o povo vai forjar as enxadas, fazendo delas espadas (3.10) e de um dia de julgamento do Senhor (3.14).

As pessoas que sobrevivessem aos gafanhotos saberiam que aqueles seriam mesmo tempos terríveis. Mas, mesmo aqui, existe uma reafirmação de que “todo aquele que invocar o nome do SENHOR será salvo” (2.32).

Acontecimentos do tipo “gafanhoto” podem conduzi-la ao desespero – ou a acusar Deus. Quando ao futuro, Deus j[a o conhece. E você pode vivê-lo com o Senhor. O livro de Joel dá essa certeza.

Fonte: Bíblia de Estudo da Mulher – Editora Atos

Deus conhece todas as coisas. E mesmo ficando entristecida com isso, eu tenho a certeza que as promessas de Deus serão cumpridas. Sobreviveremos aos “gafanhotos e tempos difíceis”, porque TODO AQUELE QUE INVOCAR O NOME DO SENHOR SERÁ SALVO.

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em , Notícias

5 Respostas para “Livro de Joel

  1. Paulinha

    É verdade, as pessoas começam a brincar como se fosse algo super normal mas se esquecem que uma vida foi tirada e que uma outra irá ficar sem a mãe e sem o pai. Tudo isso é muito triste!

    Fica com Deus.

    Beijinhos

  2. Só tenho uma palavra: Amém

  3. Eu também fico triste com isso. Nesse caso então, penso que eu posso até ter conhecido essa moça. Já teve gente vindo me falar que Contagem tá ficando famosa. Sem contar que a minha irmã é fã do Bruno e louca pelo Cristiano Ronaldo (os dois jogadores que a Eliza dizia ter namorado). Ou seja, não é aquela coisa distante, que “nunca vai acontecer comigo”.

    Nós vivemos em meio a gafanhotos todos os dias. As drogas, os acidentes de trânsito, as doenças, a maldade. É reconfortante saber que Deus está ao nosso lado o tempo todo e mesmo que não possamos compreender, Ele está no controle e quer o melhor pra nós.

    Beijos

  4. Alice

    Amém lindo…!!!

  5. mirian

    Em muito me edificou esse texto,
    E que o nome do Senhor seja Exaltado…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s