Niterói e São Gonçalo

A quase seis anos atrás, eu deixava para trás a cidade que nasci, São Paulo, e me mudava para Niterói. Ah, Niterói, uma cidade tão linda e com pessoas tão sorridentes. Você sabia que Niterói é chamada de cidade sorriso? Pois é, a cidade sorriso hoje chora.

Eu morei quase dois anos em Niterói, depois compramos nossa casa aqui em São Gonçalo, em um bairro ao lado de Niterói, ficamos exatamente no meio das duas cidades, e bem pertinho da ponte Rio-Niterói, assim o acesso para os lugares onde trabalhamos fica bem fácil, tanto Rio de Janeiro, quanto Niterói e São Gonçalo.

Lembro, que a primeira coisa que amei na minha casa foi a vista da baía de guanabara, e quase sempre fico admirando o pôr-do-sol.

Lindo não é?  Essa é a visão que temos da janela da sala.

E essa semana a chuva castigou toda a região metropolitana do Estado do Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa sofreu, pessoas tiveram que alterar sua rotina, escolas e faculdades ficaram fechadas, todo o sistema de transporte foi prejudicado, morros deslizaram, pessoas perderam suas vidas, outras perderam o seu lar. E com tudo isso, Niterói e São Gonçalo foram as cidades mais prejudicadas.

Agradeço a Deus por ter o meu teto seguro sobre as nossas cabeças, na rua onde moro nada aconteceu, talvez umas telhas quebradas e nada mais. Mas, no mesmo bairro que o meu, houve alagamentos e agora que a água baixou tem muita lama.

Uma família amiga teve que sair de casa, eles moram no mesmo bairro que eu há algumas ruas de distância, pois a rua que tinha atrás da casa deles desceu morro abaixo, cobrindo algumas casas e entrando na casa deles. Agora estão aguardando a defesa civil para saber o que fazer. Menos mal, que eles tem o seguro do financiamento da Caixa.

Meu tio, caminhoneiro, está preso no Alcântara, São Gonçalo, lá a situação é crítica, ruas estão fechadas e a água não baixa, e o local está irreconhecível.

E muitas pessoas morreram, os números de mortos não param de aumentar. Muitos estão desaparecidos. Falei ainda pouco com um amigo que morava no Viçoso, o morro que deslizou nessa madrugada, e ele disse que a rua que morou (ele tinha se mudado de lá há um ano) não existe mais. Seus amigos e antigos vizinhos estão desaparecidos.

O irmão de um conhecido também está desaparecido no deslizamento do morro da caixa d´água. A RJ 104 está funcionando em meia pista. Por conta disso o trânsito na BR 101 está impraticável (a BR 101 é bem pertinho da minha casa).

Falei com uma outra amiga que mora perto do morro 340, ela disse que vários vizinhos ainda estão desaparecidos, e alguns já foram localizados mortos. E que lá está havendo saques, quem abandonou as casas com medo de novos deslizamentos, estão sendo roubados. O povo do morro do céu, vai pra lá roubar aparelhos eletrônicos e tudo mais que conseguem carregar.

Por aqui estão todos triste com toda essa tragédia. Tem horas que a chuva quer dar uma trégua, mas logo recomeça, com uma intensidade assustadora. O vento bate na janela e me causa medo.

Se você que me lê quiser ajudar de alguma forma os desabrigados clique aqui ou aqui. Caso você não possa ajudar com doação, peço que ore e interceda por todas as pessoas que perderam o pouco que tinha e que perderam parentes e amigos, pois Deus é o consolo bem presente na hora da angústia.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Trocando experiências

6 Respostas para “Niterói e São Gonçalo

  1. sem palavras,terrível assistir de longe,perla Tv,mas ouvir vc relatando daí é assustador.Que bom que o Senhor tem lhe guardao a salvo.

  2. Terrível, mesmo… fico tão triste por Niterói, uma cidade tão linda! :/ Meu irmão morou lá por alguns anos, já que ele estudava na UFF… ah, fico triste qdo penso. Que tragédia… e ainda não melhorou 😦

    Agradeço a Deus pq o lugar onde moro não teve problemas mto sérios… mas é tão triste. Hj indo pra faculdade vi vários lugares muuuito feios, cheios de lama e etc. Não vejo a hora de essa crise passar e dessa cidade maravilhosa se recuperar.. :/

    Bjs

  3. Sem palavras Mona…
    Que Deus possa dar força a cada família que está vivendo essa tragédia…
    Bj

  4. Olá querida!

    Obrigada pelo coment. ! Bom, a professora ficou de conversar com o outro aluno, mas falou que acreditava em mim e que no final eu não ficaria com zero. Ela falou que só queria uma justificativa para aquilo ter acontecido.
    Sobre o seu texto, realmente é muito triste saber disso tudo e eu estou orando pelo nosso Rio de Janeiro.

    Fica com Deus!

    Beijos.

  5. Já estou orando, amiga! Principalmente porque tenho parente aí, né!

    Tá muito triste essa situação, toda hora entro num blog e vejo alguém falando que tem um amigo que perdeu isso ou aquilo. Aqui em Contagem e BH costuma acontecer desastres assim em janeiro/fevereiro. Da última vez, no reveillon 2008/2009, o rio Arrudas transbordou a ponto de arrastar carros. Tem outra ocasião também que a gente nunca esquece… De um menino que foi tirado vivo dos escombros de um desabamento, depois de horas de tentativas dos bombeiros, e depois morreu no hospital. Foi em 2003, eles moravam no mesmo bairro que eu.

    Gosto nem de pensar nessas coisas 😦

  6. Marta Araujo

    Não sabia que morava perto de Niterói. Adorável essa sua vista!! Eu estudo em Niterói, na UFF. E moro em Itaboraí, por aqui a chuva também deixou seus estragos mas não ouvi nada sobre vítimas fatais. Graças a Deus.
    E eu inocente fui pra uff na terça qndo cheguei lá decidi voltar pra casa…. e foi a melhor coisa que fiz. Estava horrível a situação.

    beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s