Relacionamento

A algum tempo eu venho querendo escrever sobre esse assunto, e a Dona Preguiça, alguém que estou abolindo do meu círculo de convivência, não deixa.

Três casais de amigos estão com problemas nos seus relacionamentos, e sempre somos procurados para aconselhar, ou mesmo para ouvir. E olha que nem eu e nem Cris somos especializados em relacionamentos, mas uma pessoa nos disse que nos vê como exemplo de casal, e que quer um relacionamento tão bom quanto o nosso. Me fez um bem danado escutar isso, porque as vezes eu tenho a sensação de não estar fazendo as coisas certas, principalmente quando eu e o Cris temos discussões bobas, porque é claro que nem tudo por aqui é 100%, mas a gente tenta fazer o melhor.

Uma vez assistindo ao programa do Huck, vi ele falando para um casal jovem que se eles estavam casando para serem felizes, era melhor que não se casassem. Porque você casa para fazer o outro feliz. E apesar do Huck não ser um cara cristão, eu vi verdade em suas palavras, porque a própria bíblia nos diz isso, em outras palavras, mas com a mesma verdade. Quando eu vejo o Cris feliz, quando ele me olha e seus olhos brilham, eu vejo que o faço feliz, e a minha felicidade vem em dobro.

Um dos casais que estão com problemas, casaram-se novos demais, porque ela engravidou, não tinham experiência, tiveram três filhos e de vez em quando acabam fazendo coisas pensando em si próprios e magoam um ao outro. Depois que a gente tem filho tudo muda, e o relacionamento muda demais, a grana encurta (filho gasta muito), os nossos projetos acabam ficando em segundo plano, tudo por causa do filho. E muitas pessoas não pensam nisso, antes de terem filhos, e os problemas acabam se acumulando de uma forma que só Deus para dar jeito na situação. Mas, para que Deus possa agir temos que dar espaço e seguir a vontade dEle.

O outro casal não é cristão. Um é sensível demais, e a outra é mais durona. Duas pessoas com personalidades totalmente diferentes e que nem sempre querem dar o braço a torcer. Eles também tem um filho. Mas, ainda não aprenderam a dividir, a doar e a perdoar.

O último casal é o mais crítico dos casos. Um homem que já se casou, separou e viveu uma totalmente boêmia por muitos anos. Uma mulher que engravidou aos 16 anos e o pai não assumiu a criança. Arranjou outro homem e engravidou novamente, viveu com ele, onde era maltratada e apanhava, vivendo em cárcere privado. Quando se libertou encontrou com esse homem boêmio, resolveram morar juntos. Viveram bem, o homem tentou mudar, assumiu os dois filhos dela, até que ela engravidou dele. Ele se casou com ela, deu o seu nome para ela. Mas, para ele tudo voltou a ser como antes. A duras penas, eles levaram a diante, ela aguentando o homem boêmio e adúltero, mas que a tratava bem e não deixava nada faltar aos seus filhos. Um dia, ela se cansa, pega as suas coisas e some no mundo, com seus três filhos. O que recebemos em nossa casa, foi um homem destruído por perder pela segunda vez uma família. Esse homem é um conhecedor da palavra de Deus, o lembramos de tudo o que ele aprendeu com Deus. Ele coloca o seu joelho no chão. E na mesma semana obtém novamente a sua família. Glória a Deus!

Três famílias diferentes, com histórias diferentes, mas uma única conclusão: quem criou a família foi Deus, a família é um projeto divino, e o inimigo de Deus não quer famílias felizes, e onde há espaço ele entra e destrói tudo.

Sabe, quando eu fiquei grávida me tornei um ser insuportável, e até hoje eu me pergunto como o Cris me aguentou, só tendo muito amor mesmo. Os hormônios fizeram uma bagunça comigo. E ele foi paciente e cuidou para que tudo ocorresse bem. Depois que Mari nasceu, as coisas não melhoraram como eu achava que iria melhorar. Eu me sentia cansada, incompreendida e não tinha a menor vontade de namorar. E foram meses assim. Não é qualquer homem que aceita isso. O bom foi que tudo isso passou e nos fortalecemos. Por isso, que as pessoas falam que ter um filho muda tudo, e muda mesmo. Nesses três casais conhecidos, o que percebo é que eles ainda não aprenderam a lidar com a chegada desses filhos. E nós contínuamos aqui ouvindo, aconselhando e orando por eles.

Nem sei porque escrevi sobre isso aqui, mas é uma coisa que estava me incomodando para falar. Família é uma instiruição divina, mesmo que tentem dizer que é instituição falida, eu contínuo acreditando na família, assim como Deus acredita, apesar do mundo dizer o contrário.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Família, , Testemunho, Trocando experiências

2 Respostas para “Relacionamento

  1. um post excelente!Todos nós casados e com filhos pequenos sabemos que nem tudo são flores,mas nossa família é nosso tudo!Cda vez mais tomo consciencia de que meu filho e marido são a base da demnonstração diária do amor de Deus por mim.Belo trabalho o Senhor tem te dado,que Ele te fortaleça a cada dia para que fortaleça a outros,um beijo grande.

  2. cintiamcr

    Olha só, sem querer fazer fofoca, essa Dona Preguiça não é uma companhia muito boa, melhor mesmo você se afastar, dela, rsrsrs.

    Falando sério, gostei muito do post. Apesar de solteira, eu gosto de ouvir histórias assim. É bom pra gente ver que casamento não é conto de fadas. Eu, sinceramente, ainda tenho uns sonhos meio ‘improváveis’ de que é tudo lilás com azul bebê. Mas acho q só a prática mesmo pra nos ensinar como as coisas realmente são.

    Acho que é Deus que está colocando essas pessoas no caminho de vocês porque quer usá-los nessa área. Eu não conheço o Cris, mas pelo jeito que você fala, dá pra perceber que são um casal muito abençoado e exemplo para os demais. Inclusive por serem novos. Os casais jovens costumam ser muito subjulgados. Sempre comentamos isso nas reuniões do grupo de jovens, a criança mais comportada da igreja é filho dos pais mais jovens. Ele fica sentado caladinho o culto inteiro, enquanto os outros correm pela igreja.

    Bjos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s