Na minha adolescência…

…eu era fanzoca do Maurício Manieri.

Eu conheci o Maurício em um show no Sesc Interlagos. Eu morava do ladinho desse sesc, tinha carteirinha e batia ponto por lá. E antigamente, lá ocorriam os shows de um programa chamado Bem Brasil, da TV Cultura. Os shows eram aos domingos, gravação ao vivo, no começo era às onze da manhã, e depois passaram para as duas da tarde.

E em um desses domingos, ía ter o show do Jota Quest, e eu e minhas amigas, claro que fomos ver o Jota, que já fazia sucesso, mas ainda não era tão estrondoso. E imagina quem fez a abertura do show do Jota? Ele mesmo, o Maurício Manieri, foi no dia 29/11/1998. E naquele domingo me apaixonei por ele. Não era paixão de “ah, eu faço tudo por ele”. Era paixão, de ouvir todas as músicas, saber de cor cada uma delas, acompanhar a carreira dele.

No sesc, atrás do palco (da foto) tinha o camarim, e o lugar onde os artistas saíam para chegar ao carro.

Lembro que corremos para lá para falar com ele, que foi muito simpático. Ele estava junto com o Marcelo, seu irmão, eles trocaram umas palavras com a gente, e o Maurício falou que só ganhava beijo quem fosse palmeirense, e eu era a única, hahaha. Não demorou muito e sua música estreio numa novela da Globo – Andando nas nuvens – a música era “Minha menina”. E ele estorou na mídia, aparecendo em muitos programas de televisão, fazendo muitos shows, tocando em todas as rádios e etc. E eu comprava todas as revistas “capricho” da vida, para acompanhá-lo.

A outra música que tocou demais foi “Meu bem querer”. E eu tinha um namoradinho, que vivíamos indo e vindo, porque ele queria “aquilo” e eu não, porque eu era a Sandy e ía casar virgem (oi?). E ele vivia cantando essa música para mim, percebam as segundas intenções na letra:

Uh, uh, uh, baby
Eu ontem tive um sonho
Sonhava que você
Beijava a minha boca, era tão bom
Ia deslizando no meu corpo
E me deixando louco
Pena que isso tudo era só sonho
O quê que eu faço se é você que eu venero
Ainda te amo, meu amor, ainda te quero
Sem você não vivo nem um segundo
Sem teu amor fico perdido no mundo
Como era bom, amor, te ver sorrindo
Ah, ah, que lindo, que lindo
E ter você, paixão pra vida inteira
Te carinhar, minha linda sereia
Vem me dar seu amor
Vem que eu quero você
Meu bem querer (2x)
Uh, uh, uh, baby
Não é mais sonho nada
Em plena madrugada
Você vem surgindo toda nua
Linda, cabelo contra o vento
Tornando o meu momento
Cheio de beleza e fantasia
O quê que eu faço se é você que eu venero
Ainda te amo, meu amor, ainda te quero
Sem você não vivo nem um segundo
Sem teu amor fico perdido no mundo
Como era bom, amor, te ver sorrindo
Ah, ah, que lindo, que lindo
E ter você, paixão pra vida inteira
Te carinhar, minha linda sereia
Vem me dar seu amor
Vem que eu quero você
Meu bem querer (3x)
Baby, o sonho acabou
Ainda amo você
Meu bem querer

Teve um aniversário meu, que ganhei três CD´s do Maurício, porque todo mundo sabia que eu gostava dele. É claro que com o tempo, aquela fissura de adolescente acabou. Mas, continuei curtindo o som dele, e acompanhando de longe a sua carreira. Até que 2004, o Marcelo (irmão do Maurício) veio a falecer, deixando muitas marcas na vida do Maurício. A sua tristeza era evidente em qualquer aparição pública. E ele meio que sumiu da mídia.

Estou contando tudo isso, porque no domingo estava curiosa para saber quem eram os novos integrantes da fazenda 2. E quando começaram a aparecer os participantes, estava eu e meu marido assistindo. E quando apareceram as fotos de infância do Maurício, mesmo antes dele aparecer, eu falei é o Maurício, meu marido não acreditou até que apareceu a foto dele com a camisa do Verdão, e outra dele com o irmão. E um vídeo da esposa, dizendo que está gravidinha do primeiro filho dele.

E eu fiquei felizona ao ver a carinha dele na telinha, super feliz. E mais feliz em saber que ele será papai. É claro que o marido ficou com ciúmes, dizendo que vai me proibir de assistir a Fazenda, hehehe. Mas, nem preciso dizer que estou torcendo por ele, né? Mas, só porque ele é palmeirense, tá legal Cris? hehehe

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Amenidades, Eu

5 Respostas para “Na minha adolescência…

  1. Ele é uma gracinha mesmo, mas não acompanho a Fazenda!

    Beijos

  2. Lembro dessa música dele “Minha menina”, mas acho que não cheguei a conhecer nenhuma outra. Há muuuuito tempo q não ouvia falar do Maurício. ODEIO reality shows (tirando os musicais), não sei quem tá participando e nem torço por ninguém, rs.

    Ih, vc é palmeirense? Sinto muito, mas o São Paulo vai ser campeão de novo, tá? Hehehehe, até parece que eu sou são paulina roxa, né? Sou cruzeirense de coração, mas com uma quedinha pelo SP.

    Bjim

  3. OI MO…VIM AGRADECER SUA SEMPRE PRECIOSA PRESENÇA E EPELO INTERESSE NO LIVRO.tAMBÉM ESTOU ESPERANDO A CNTINUIDADE DO SEU.CADE O QUADRO DE SEGUIDOR DESSE BLOG?ABRAÇO E BEIJO…TÉ LOGO.

  4. vou dizer bem baixinho… Ele é lido mesmo rsrsrs!

  5. juliana

    Eu tb amava o maurícioooo! rsrsrs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s