Saindo sem a filha

Ontem foi aniversário do nosso primo Henrique. E ele resolveu fazer a comemoração em uma churrascaria. Foi delicioso, todos se divertiram muito, tinham mais de 25 pessoas, em plena terça-feira se acabando de comer, tudo para prestigiar o nosso primo, nada mal, não acham?
Eu não levei a Mariana, e me sinto sempre cobrada por sair e não levar a minha filha. A Mariana está em uma fase linda e divertida. Nós curtimos muito sair com ela, ficar com ela. Mas, ela também está em uma fase que não pára quieta. Quer correr e pular o tempo todo. E acho que certos lugares não dá para se levar crianças. Porque, ao invés de nos divertimos, vamos nos cansar, e o passeio acaba virando um tormento. Fora que eu acho extremamente necessário um casal continuar tendo vida própria depois dos filhos. E se eu tenho a minha mãe para cuidar dela, enquanto eu estou fora, por que não posso aproveitar dessa possibilidade?
Sempre que é possível, eu e Cris damos as nossas escapadas juntos, seja para encontrar com amigos ou seja para sairmos os dois sozinhos. E nesse período que ficamos juntos, podemos nos sentir novamente como namorados apaixonados, e não o pai e a mãe da Mariana.
E para a Mariana também acho saudável ela ter um tempo com os avós, sem a interferência da mãe ou do pai. Acredito que isso a faz crescer e ser independente, sem ficar presa a gente o tempo todo.
Eu sei que existem as cobranças, mas tenho me saído bem quando elas acontecem. E quando vejo minha filha sorrindo, feliz, segura e ficando cada dia mais independente de mim, me sinto realizada, sabendo que estou no caminho certo. Não quero criar minha filha, para ser dependente e não ter segurança em seguir o seu caminho, quero sempre que ela saiba que estarei ao lado se necessário, mas que a caminhada é dela e não minha.
E para nós é bom ela entender desde agora, que o pai e mãe dela são dois namorados que se amam muito, e que merecem o tempo deles. Pois, afinal um dia ela também vai desejar ter os seus próprios vôos, e duvido que ela queria o pai e mãe atrás dela o tempo inteiro.
Essa é a minha opinião, e para a minha família isso tem dado super certo!

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Cristiano, Eu, Família, Trocando experiências

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s