Família

No ano de 2004, foi o ano de muitas mudanças na minha vida.
Eu iniciei este ano renovada no Senhor. “Os que confiam no Senhor, renovarão as suas forças.”
E como eu precisava estar assim forte no Senhor. Deus me preparou para o que viria em seguida.
Eu continuei com a minha vida. Sem saídas noturnas, continua trabalhando no mesmo lugar, e sempre recusando aos convites. Finais de semana, me dedicava aos trabalhos da igreja e com isso ocupava a minha mente.
Meu amigo virtual, ficava cada vez mais meu amigo, eu me lembro de várias vezes contar as horas até a meia noite (horário que era mais barato o uso da internet, já que eu não tinha banda larga) para teclar com meu amigo. E como nós conversavámos, assuntos infinitos. Amanhecemos várias vezes juntos, eu vendo o sol nascer na cidade cinzenta e ele vendo o sol nascer na cidade maravilhosa. Até que nos tornamos namorados.
No carnaval tentamos marcar um encontro pessoalmente, mas todos os nossos planos foram por água à baixo. Ainda não era a hora do nosso encontro. E Deus nos pediu paciência. “Há tempo para tudo”.
No dia das mães, mas uma vez o mundo caiu sobre a minha cabeça. Meu irmão foi preso, acusado de asssassinato, um crime que ele não cometeu. E eu aprendi que no Brasil a polícia não tem que provar que você é culpado, e sim você tem que provar que é inocente. Eu sabia que meu irmão não tinha matado ninguém, porque na noite que o tal crimonoso morreu, o meu irmão estava comigo em casa, a gente tinha alugado uns filmes e passamos a noite inteira assistindo, não tinha como meu irmão estar em dois lugares ao mesmo tempo. Mas, uma pessoa afirmou que tinha visto ele lá, que ele estava envolvido no crime.
Eu sabia da inocência do meu irmão e tinha que arranjar um jeito de prová-la. E me enfiei em lugares horríveis, atrás de pessoas que pudessem provar que ele era inocente. Eu encontrei, mas tive que mudar de cidade. Meu irmão foi declarado inocente, depois de passar quinze dias na Febem.
Nos mudamos para a Cotia, a cidade que meu pai mora. Logo depois, eu sai do meu emprego. Nesse período, eu fiquei sem telefone e sem internet, e sem contato nenhum com o meu namorado virtual.
Continua…

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Eu, , Testemunho

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s